O dia em que ela me aceitou! ~



Olá! ~
Sou David, é um prazer conhecê-los!
Hoje trouxe um conto não tão grande, porém é algo que aconteceu comigo há alguns meses. Quero compartilha-lo com vocês, porém não sou muito bom em escrever o que penso e por isso pedi ajuda para Brunna, minha mocinha <3

O dia em que ela me aceitou

Era uma manhã fria de mais um dia comum, estava indo para o colégio com uma bicicleta. Essa rangia baixinho com cada pedalada minha.
Estava um pouco suja por sinal.

Assim que cheguei, prendi-a em um canto e vagarosamente fui até a sala e ao adentra-la me deparei com ela, a garota com quem eu tinha vergonha de conversar. Era por medo de falar algo que não a agradasse.
Eu gostava dela, não podia chateá-la já que logo de cara ela parecia não gostar muito da minha presença.
     
Era uma menina quieta, não conversava com ninguém na sala além de um garoto...
Eu acreditava que ele era homossexual quando cheguei, por parecer mesmo...
As vezes que ela conversava comigo era sempre animada e quando não estava eu fazia de tudo pra deixa-la contente, usava na maioria das vezes piadas idiotas pra tentar melhorar seu humor.
     
Porém naquele dia ela me fizera uma pergunta constrangedora. Algo como "Ei, você gosta de alguém desta sala?" A resposta era fácil, entretanto sair da minha boca era o maior problema.
Estava com medo de responder e ela interpretou como vergonha e me fez perguntas apontando algumas partes da sala onde havia algumas garotas.
Por repetidas vezes respondia não.
Ela tinha vergonha de perguntar se era dela, mas por fim perguntou. Fiquei sem reação por alguns segundos. Acabei respondendo e foi a vez dela paralisar, totalmente sem graça.
Retornei a pergunta. Criei coragem e perguntei a ela "E você, de quem você gosta?".
     
Ela acabara de ficar com o rosto totalmente rosado. Um sorriso tímido se formou enquanto da boca dela saiu que também gostava de mim.
Naquele mesmo dia havia um trabalho pra fazer e eu pedi a ela que fosse em minha casa para fazermos juntos... Aproveitei-me da oportunidade para obter uma resposta de uma pergunta que tinha feito ainda no colégio.

Tinha tirado coragem de um lugar desconhecido para perguntar se ela aceitava eu como o seu namorado. Ela não me respondeu de manhã e eu fiquei nervoso... Ultima esperança que eu tinha era nessa hora.

Então ela chega e fomos para o meu quarto onde estava o computador. A preguiça nos fez enrolar e nem começar o que deveríamos ter feito.
Foi quando eu percebi que ela estava encolhida e parecia estar pensando em algo que a deixava sem graça. A resposta que eu tanto esperava saiu... Ela estava perto e disse.
"Sobre aquilo, eu aceito, ta?"
Mesmo completamente envergonhado tive de beijá-la...

E desde esse dia tenho tornado nossas vidas muito mais alegres... Ou ao menos tentando.  Mesmo com dificuldades por causa de nossos pais que não ajudam muito. Estamos e sempre estaremos  juntos, e mesmo com alguns problemas, nunca desistirei... Eu a amo demais.

5 comentários:

  1. Oi! Já tinha lido no outro blog da Ame, o Dreams, e achei bem legal e romântico, haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, eu sei...
      Mas o tion quis publicar aqui também <3

      Beijos

      Excluir
  2. Eu li isso no Dreams. Achei muito fofo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei <3
      Que bom que gostou, ele ficou muito feliz OuO

      Beijos!

      Excluir
  3. Ta legal em , beijão sumida =D continua escrevendo que tem futuro,quero um livro seu ô .

    ResponderExcluir

' Yoo Minna
Então, gostou? Por que não deixa um recadinho fofo? Vai, deixa... Todos vão adorar!
Fala outra língua? Não tem problema, a gente entende assim mesmo :3
Bai Bai

CRED
te peguei safado!